________

31 maio 2010

A verdadeira história dos contos de fadas

As belas historias de contos de fadas que povoam as mentes infantis, na maioria das vezes se originaram de lendas um tanto quanto assustadoras.
As mais conhecidas versões das histórias são de Charles Perrault e dos Irmãos Grimm.
Vejam algumas das lendas originais :

Chapeuzinho Vermelho

contosdefada-chapeuzinhovermelho

Na versão de 1889 de Charles Perrault, ela é simplesmente devorada pelo lobo. Não há caçador e nem vovó.

Já na versão de 1884, dos Irmãos Grimm, o caçador vai à casa da vovó, vê o lobo dormindo e então usa uma tesoura para abrir a barriga dele e tirar as duas de dentro. Antes que o lobo acorde, a Chapeuzinho enche sua barriga com pedras pesadas. Assim que ele acorda, tenta correr e não consegue por causa do peso, então, cai morto.
Chapeuzinho Vermelho

Em outra versão ainda mais antiga, a chapeuzinho faz um strip-tease pro lobo (que as vezes era representado por um lobisomem ou um ogro) para assim poder fugir enquanto ele esta "distraído". Existe ainda uma versão mais bizarra ainda da história, onde o lobo estripa a vovó e obriga a chapeuzinho a jantá-la com ele. A chapeuzinho, diz que precisa ir ao banheiro (que naquela época ficava do lado de fora das casas) e fugia.

A moral da história é que não se deve falar com estranhos.

Branca de neve e os sete anões



gobledwarf

Branca de Neve tinha 7 anos quando provocou a ira da rainha-madrasta por causa de sua beleza. Então a rainha convoca um caçador e pede que leve Branca de Neve para a floresta e a mate, trazendo seus pulmões e seu fígado para provar a morte. O caçador tem pena de Branca de Neve e a deixa fugir, levando pra rainha os órgãos de um javali. Então a rainha come os órgãos.

Enquanto isso, Branca de Neve acha a casa dos anões e em troca de lavar, passar, costurar, limpar e arrumar a casa, eles a deixam ficar.

Ao descobrir que Branca de Neve ainda está viva, a rainha vai até a casa dos anões 3 vezes. Primeiro, ela leva um corpete de seda, e tenta matar a garota apertando o corpete bem forte. Não funciona, então ela volta com um pente envenado e tenta a matar penteando seus cabelos. Na terceira vez ela vai com a maçã envenenada.

Dessa vez os sete anões chegaram tarde demais e nada fez a Branca de Neve acordar. Como sua aparência ainda era boa e ela tinha bochechas coradas, eles não tiveram coragem de a enterrar e fizeram uma cripta de vidro para ela.

Um dia um príncipe viu a cripta com a princesa e quis comprá-la dos anões. Os anões se recusaram a vendê-la, mas acabaram dando para o príncipe com pena, pois ele pediu muito. O príncipe tinha empregados para carregarem a cripta, mas um deles tropeçou e caiu, derrubando o caixão de vidro. Com a queda, Branca de Neve cuspiu o pedaço de maçã envenenada e voltou à vida.
A Branca de Neve

(Em outra versão, a princesa acorda só com o balanço do cavalo do príncipe, enquanto era levada para o castelo.)

O príncipe e Branca de Neve planejam então uma festa de casamento e convidam a madrasta má (que não sabe que Branca é a noiva). Ela se arruma e quando se olha no espelho e pergunta, descobre que Branca está viva. Ela decide ir ao casamento mesmo assim e fica apavorada quando vê que a noiva realmente é Branca de Neve.

Então, colocam um par de sapatos de ferro na brasa. Tiram da brasa e vestem na madrasta, a fazendo dançar até cair morta.

Nessa versão dos Irmãos Grimm, Branca de neve tem apenas sete anos, ou seja, o príncipe era um pedófilos. E ao invés de dar um "beijo de amor", o principie carrega o corpo morto dela para seu palácio (teoricamente ele praticava necrofilia o.O).

Em outra versão: Depois de algum tempo, um de seus servos, cansado de ter que carregar um caixão de um lado pro outro, resolve descontar suas frustrações dando uma surra na branca de neve. Um dos golpes no estômago faz com que ela vomite a maçã envenenada e assim volte à vida.

Além disso, em algumas outras versões, a rainha pedia ao caçador para trazer além do coração, o pulmão, fígado e um jarro com seu sangue para poder jantar a branca de neve O_O.

Bela adormecida

contosdefada-belaadormecida

Ao invés de espetar o dedo numa agulha e cair desacordada, a bela adormecida tem uma "farpa" encravada debaixo da unha, quando imediatamente cai morta. O rei coloca sua filha em uma cadeira de veludo do palácio, tranca e parte para sempre.  Algum tempo depois, outro rei estava por ali caçando e encontra a bela. Ele "apaixona-se" por sua beleza mas como não consegue acordá-la, a estupra e vai embora (¬¬ como assim?). Nove meses depois, a adormecida dá luz a gêmeos que, em busca de leite acabam acidentalmente chupando o dedo dela, retirando assim a farpa amaldiçoada.

Um dia o rei lembra de “sua aventura” com a adormecida e resolve ir visitá-la. A esposa do rei descobre o caso e manda cozinhar as duas crianças e serví-las para o rei. Mas o cozinheiro prepara cabritos no lugar. Depois a rainha manda buscar Bela para lançá-la ao fogo, mas o rei chega e lança a própria esposa no lugar de Bela. Ele casa-se com Bela e vive com ela e seus filhos.
A Bela Adormecida

Em outra versão muito louca, a mãe do príncipe é uma ogra que vai querer comer os netos e a nora, no final o principe mata a própria mãe.

No conto original ela chamava Tália, na versão de Perrault o nome da princesa era omitido e em 1888, quando Tchaikovsky compôs o balé de A Bela Adormecida, ele nomeou a princesa como Aurora, inspirado pelo nome de sua mãe.

Moral da história, se você encontrar uma mulher desmaiada num bosque, se divirta e não volte nunca mais; ou, se você for uma ogra, não tente comer seus netos; ou ainda, se vocês for uma mulher adormecida no meio do bosque, use cinto de castidade, ou ainda, não espete seu dedo numa agulha amaldiçoada!()

Cinderela

contosdefada-cinderela

Cinderela é um conto bastante antigo, com versão grega antes de Cristo e registros na China nos anos 800.
Em algumas dessas muitas versões a fada madrinha é na verdade um peixe gigante, em outras histórias é uma árvore que nasce sobre o túmulo da mãe da Cinderela.

Há ainda uma outra versão onde a cinderela era filha de um rei viúvo (algumas vezes a própria Cinderela foi quem matou a mãe) que jurou nunca mais se casar, a não ser que encontre uma mulher tão bela quanto a falecida esposa, que tivesse os cabelos cor de ouro, e que conseguisse calçar os mesmos sapatos da finada. Acaba que sua filha (cinderela) preenche todos os requisitos e ele se casa com a própria filha.

Ela, por sua vez, na tentativa de fugir do casamento com seu próprio pai foge pelo mar num "armário" de madeira, no final ela consegue fugir, mas acaba do outro lado do mundo trabalhando como escrava na casa das irmãs malvadas, e daí pra frente começa a historia que vocês conhecem.
Cinderela

Uma das versões é a seguinte: Pai, mãe e filha eram uma família feliz até que a mãe ficou muito doente. Ela chamou a filha e disse-lhe para plantar uma árvore em seu túmulo, e sempre que precisasse de algo, fosse lá chacoalhar a árvore. Ela plantou e regou com suas lágrimas.

Algum tempo depois o pai se casou com outra mulher, que já tinha duas filhas más que apelidaram a menina de Cinderela. A madrasta logo botou a menina para trabalhar como empregada. Um dia, o rei anunciou 3 bailes e Cinderela foi obrigada a ajudar as irmãs a se arrumar para o primeiro baile. Ela não tinha vestido e tinha que separar lentilhas antes que as irmãs voltassem. Depois que elas sairam para o baile, dois pássaros bateram na janela e se ofereceram pra ajudar Cinderela com as lentilhas.

No dia seguinte as irmãs contaram do baile para Cinderela (que tinha visto tudo da janela). E na mesma noite, teve outro baile. Dessa vez Cinderela não pôde ir pq teve que separar sementes. Os pássaros novamente a ajudaram. Quando eles acabaram, os pássaros disseram pra ela ir ao túmulo da mãe, ela sacudiu a árvore e ganhou um esplêndido vestido prata com acessórios. Mas ela tinha que voltar antes da meia-noite. Ela voltou pra casa e encontrou uma carruagem com serventes e cavalos para levá-la ao baile. Assim que dançou com ela o príncipe percebeu que ela seria sua esposa. Antes da meia-noite ela voltou para casa.

No dia seguinte as irmãs más contaram sobre a misteriosa princesa que dançou com o príncipe. E na mesma noite haveria o 3º baile. Cinderela teve que ficar separando ervilhas e novamente os pássaros a ajudaram e ela chacoalhou a árvore de sua mãe.

Dessa vez, Cinderela ganhou um vestido dourado com pedras preciosas e sapatilhas feitas de ouro. O príncipe já a esperava na escadaria e dessa vez fez muitas perguntas à seu respeito. Cinderela quase perdeu o horário e teve que sair correndo, perdeu um dos sapatinhos e ainda perdeu a carona, ficando no meio da rua com suas roupas velhas.

O príncipe não a viu, mas encontrou seu sapatinho de ouro e proclamou que se casaria com a pessoa cujo pé coubesse nele. Chegou a vez das irmãs experimentarem. A madrasta as chamou e disse que se o sapatinho não coubesse, elas deveriam usar uma faca e cortar um pedaço de seus pés. A irmã mais velha experimentou e não serviu, então cortou seu calcanhar e o sapatinho serviu. O príncipe já estava levando ela para o castelo quando os pássaros amigos de Cinderela cantaram dizendo que tinha sangue no sapato. O príncipe viu e levou a impostora para casa.

Então a segunda irmã experimentou os sapatos e precisou cortar os dedinhos para servir. Novamente o príncipe estava levando ela pro castelo e os pássaros deduraram o sangue. O príncipe voltou para a casa e perguntou se havia outra garota. A madrasta não queria, mas ele a fez chamar Cinderela. O sapatinho serviu e ele reconheceu sua noiva. Eles vão se casar e quando as irmãs vão para assistir, os pássaros bicam seus olhos e elas ficam cegas.

João e Maria

João e Maria

Na versão conhecida de João e Maria, ouvimos sobre duas crianças que se perdem na floresta e encontram uma casa feita de doces e guloseimas que pertence a uma bruxa. Elas então são aprisionadas enquanto a bruxa se prepara para comê-las. Eles conseguem escapar e atiram-na no fogo, salvando-se.

Numa versão antiga (chamada As Crianças Perdidas), a madrasta má, que pressiona o marido a lagar seus filhos na floresta, e a bruxa má são a mesma pessoa. Em outra versão a bruxa é na verdade um casal de demônios, e ao invés de cozinhar João, eles querem estripa-lo num cavalete de madeira.

Quando o demônio "macho" sai para uma caminhada, a "demônia" manda Maria ajudar João a subir no cavalete, assim, quando seu marido voltar, tudo já estaria preparado. A esperta Maria finge não saber como colocar João deitado e pede para a "demônia" mostrar como se faz. Quando ela deita no cavalete, João e Maria a amarram ela e rapidamente cortam sua garganta (imaginem duas crianças cortando a garganta da demonia o_O). Depois fogem levando o "dinheiro" e a carroça do casal de demônios (ainda roubaram os demonios U_U).

O Flautista de Hamelin

pied_piper-796398
Nessa historia, um tocador de flautas mágico é contratado por uma cidade para livra-la de uma infestação de ratos. Ele cumpre seu papel, mas quando volta para receber seu tão suado dinheirinho, a cidade se recusa a pagar. Daí, como vingança, ele usa os poderes de sua flauta para raptar todas as crianças da cidade e só as devolve após receber seu pagamento. Até aqui tudo bonito, mensagem positiva e uma moral no fim da historia. Mas, o conto original não é bem assim, nele, o encantador não devolve as crianças depois de receber da relutante cidade. Na verdade ele faz com que elas todas se afoguem num rio. E, em algumas versões ainda mais antigas, há referencias a pedofilia em massa dentro de uma caverna escura.

A pequena sereia

contosdefada-apequenasereia

A grande diferença nesse conto está em seu final. Ao invés de se casar com o príncipe e viver feliz para sempre, a pequena sereia na verdade é abandonada por ele logo após ela beber a poção mágica que lhe transforma em mulher. Mas, como tudo tem seu preço, a poção tem um pequeno efeito colateral: durante o resto de sua vida a pequena ex-sereia iria sentir uma dor tremenda nos pés, como se eles estivesse pisando constantemente em facas. Vendo a traição, alguém (juro que não consegui descobrir quem) oferece um punhal para que ela tenha sua vingança. Mas, ao invés disso, ela pula no mar e "morre" se dissolvendo em espuma.
A Pequena Sereia

Outra versão:
A pequena sereia possuia 5 lindas irmãs mais velhas, filhas do Rei do Mares. Quem cuidava das 6 meninas era a avó. E quando elas completavam 15 anos ganhavam a permissão de ir à superfície. Na sua ida à superfície, a pequena sereia se apaixona por um príncipe de um navio (e o salva quando o navio afunda). Ela vai atrás da bruxa do mar para ganhar pernas, mas sob algumas condições: ela perderá a voz, a cada passo sentirá dor como se pisasse em facas e por fim, se o príncipe não se casar com ela, ela estará condenada a virar espuma do mar.
Depois da transformação ela se aproxima do príncipe e ele passa a amar, mas como se ama uma criança e não uma esposa. Algum tempo depois, um casamento é arranjado entre o príncipe e uma princesa de um reino próximo. Ele confunde a princesa com sua salvadora e fica noivo dela. No dia antes do casamento, as irmãs da sereia aparecem. Elas deram seus cabelos para a bruxa em troca de uma faca, que se cravada no coração do príncipe, dará a chance de a pequena sereia continuar viva e voltar a ser sereia como antes. Mas a pequena sereia não tem coragem de realizar tal ato e acaba virando espuma do mar.

A bela e a fera

contosdefada-abelaeafera

A história de Andrew Lang de 1889 se difere bem pouco da história que nós conhecemos. Nela, não há objetos mágicos nem inimigo da Fera. Em uma outra versão, a Fera é descrita como alguém que se parece com uma cobra.

Nessa história o mercador tem outras duas filhas interesseiras e três filhos além de Bela. Quando o mercador viaja, elas pedem coisas caras e Bela pede apenas uma rosa vermelha. No meio da jornada o mercador encontra um castelo, lá dentro ele tem tudo que precisa, como comida e lareira pra se aquecer. Mas quando vai embora, rouba uma rosa para sua filha.

Então a Fera aparece e fica furiosa e diz que só o perdoa se ele lhe trouxer uma de suas filhas. O mercador volta para casa e Bela é a filha que se oferece para ficar com Fera. Chega no castelo pensando que vai ser devorada mas ele a trata como uma princesa. Além disso, Fera deixa o mercador encher dois baús com riquezas e levar para sua casa. Toda noite a Fera pede Bela em casamento e ela recusa. Um dia Bela pede para ir visitar seu pai, pois está preocupada e com saudade. A Fera deixa, mas a Bela deve voltar em dois meses, do contrário a Fera morrerá.


Um dia Bela sonha com a Fera morrendo e se assusta e resolve voltar na mesma hora. Quando chega no castelo a Fera está realmente morrendo e Bela percebe o quanto o ama e diz. Então ele acorda e a pede novamente em casamento. Quando ela aceita, ele se transforma em um lindo príncipe.

Os três porquinhos

contosdefada-ostresporquinhos

O conto dos Três Porquinhos foi muito amenizado para as crianças de hoje, ao contar uma história cheia de violência sem mostrar violência.
Os Três Porquinhos

Na versão de 1890, de Joseph Jacobs é isso que acontece:
O lobo assopra as casas e consegue pegar os dois primeiros porquinhos. Sem conseguir assoprar a casa de tijolos do terceiro porquinho, o lobo tenta blefar. Ele faz de tudo para trazer o porco para fora de casa, promete nabos, maçãs, e uma visita à feira. O porco recusa a tentação, sabendo que há coisas mais importantes. O lobo decide então voltar à violência. Ele escala a casa e entra pela chaminé. Porém, o porquinho tinha planejado isso, e colocou um caldeirão de água fervendo na lareira. O lobo cai ali dentro e morre. O porco muito carniceiro, come o lobo e os seus irmãos que estão dentro do estômago dele.

Cachinhos dourados

contosdefada-cachinhosdourados

Uma das versões conta sobre a invasão de uma raposa e não de uma menininha de cachos dourados. Quando o ursão encontra a raposa na cama do ursinho, a joga pra fora da casa com tanta força, que ela quebra todos os ossos (O_O coitada da raposa).
http://mixirica.uol.com.br/imagens/banco/810_gd.jpg

Em outra versão igual a que nós conhecemos, em vez da menina, é uma velhinha maltrapilha que invade a casa. A história é cheia de números 3, e há ainda uma versão onde a invasora sofre 3 punimentos: fogo, água e depois é atirada de uma torre.

Rumpelstiltskin

Essa aqui eu nem conhecia, mas a história é tão trágica que pesquisei a versão da Disney também.

contosdefada-rumpelstiltskin
A versão é dos Irmãos Grimm de 1889, a única diferença é o final. Quando a rainha adivinha o nome de Rumpelstiltskin (duende), ele fica tão nervoso que aterra seu pé direito na terra até a cintura, pega seu pé esquerdo com as mãos e se rasga pela metade.

FIM =D

Fontes:
Just lia
Lendo.org
Quadrideko
Nerds somos nozes

7 comentários:

  1. Olá, gostei de saber da verdadeira história desses contos. São bem pesados e muito esagerados. Foram os Irmãos Grimm que tornaram esses contos bem mais leves e adaptaram para crianças.Faltou a história da Rapunzel só.
    Gostei muito!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a histria da rapzel ñ importa idiota

      Excluir
  2. Muito boa postagem! Adorei saber a verdadeira história atrás desses contos. Eles eram tão macabros :O !

    ResponderExcluir
  3. saber verdade de nossa historia mundial e para nossa cultura literária e bom de +

    ResponderExcluir
  4. muito legal. eu descobria verdadeira historia do bob esonja e do pokemon nesses sites http://humbazinga.tumblr.com/post/19577165155/acabando-com-minha-infancia-apresenta-a-verdadeira
    http://www.orkut.com/Main#CommMsgs?tid=5688460596209928739&cmm=51790&hl=pt-BR

    ResponderExcluir
  5. Muito show! Adorei as verdadeiras versões... muito melhores que as infantis e as da Disney

    ResponderExcluir
  6. mto boum pq ajud a entender melhr essas hstras o_O

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails