________

15 março 2010

10 Casais famosos mais problemáticos

Amy e Blake
O relacionamento de Amy Winehouse e Blake Fielder-Civil foi, desde, o início, permeado por drogas, violência, traições e paixão desmedida. Mesmo antes do casamento, em 2007, as brigas homéricas dos dois estavam sempre nos tabloides, com fotos deles cheios de arranhões e hematomas. A situação só se agravou quando o músico foi preso, por ter agredido um dono de bar: a musa chorava nos shows e dava escândalos em audiências no tribunal. A separação do casal, em 2008, foi cheia de acusações de adultério – o pivô teria sido a modelo Sophie Schandorff. Já na época do pedido de divórcio, em 2009, Blake teria alegado que Amy se envolveu com o bonitão Josh Bowman em St. Lucia, durante suas férias no Caribe. Depois de tanta turbulência, há rumores de que o casal voltou a se entender e que vai ser realizada uma cerimônia de casamento na mesma ilha caribenha, no início de fevereiro.


Dalva e Herivelto
Como retratou recentemente a minissérie global Dalva e Herivelto – Uma Canção de Amor, a relação entre Dalva de Oliveira e Herivelto Martins não era nada fácil. O compositor levava a sério a filosofia da malandragem, retratada nos sambas das décadas de 30 e 40, e traía a rainha do rádio com várias cabrochas que conhecia ao longo da vida, o que gerava sérias crises conjugais. No entanto, ele acabou se apaixonando pela bela aeromoça Lurdes Torelly, o que fez ruir o casamento de vez. O rompimento virou uma guerra na mídia – o músico criticava a ex-mulher na imprensa com a ajuda do jornalista David Nasser, o que gerou revolta entre os fãs da diva – e também na arte. Os dois se enfrentavam através de uma verdadeira guerra musical, com canções como Caminho Certo, Que Será e Errei Sim. Na batalha só o público saiu ganhando, apreciando grandes clássicos da música popular brasileira.

Tina e Ike
Diz a lenda que quando Tina Turner abandonou o marido Ike Turner, em 1976, levou apenas 36 centavos no bolso, alguns objetos pessoais, e, é claro, os filhos, Craig e Roonie. O romance tinha começado quanto ela tinha apenas 18 anos, e fazia parte do coro do músico, considerado uma das grandes promessas do rock nos anos 60. Em apenas dois anos, Tina se tornou a estrela do show e ofuscou a fama do marido. Ela suportou 18 anos ao lado dele, que por conta do uso excessivo de cocaína, a agredia frequentemente. A cantora não exigiu pensão ou divisão de bens, e deixou até mesmo suas roupas e joias em poder do ex. Porém, não abriu mão de seu nome artístico, alegando que lutou muito por ele. Na carreira solo, que seguiu a partir dos anos 80, ela transformou os centavos que trazia consigo em milhões e tornou-se a cantora de rock mais bem-sucedida da história.

Kate e Pete
Kate Moss é P.H.D. em relacionamentos complicados. Nos anos 90, as brigas com o astro Johnny Depp resultaram em quartos de hotel quebrados, idas e vindas e até na mudança da tattoo do astro. Ele tinha uma tatuagem homenageando a ex, Winona Rider, com os dizeres Winona Forever, e mudou para Wino Forever (Bêbado para sempre). Depois de despedaçar o coração do ator, a modelo partiu para outras conquistas, como o músico Pete Doherty, que integrou a banda The Libertines e posteriormente formou o grupo Babyshambles. Ela passou cerca de dois anos com ele, protagonizando vários escândalos, como o vídeo em que apareceu aspirando cocaína, e mesmo assim não suportou o vício do músico em crack e terminou com o moço em 2007. Ele demorou mais de um ano para superar a perda, a infernizando com mensagens SMS…

Kurt e Courtney
Kurt Cobain e Courtney Love se casaram em 1992, tiveram uma filha, Frances, no mesmo ano, mas não largaram o vício em heroína. Por conta disso, chegaram até a perder temporariamente a guarda da menina. Em 1994, durante uma turnê na Europa, o músico ficou em coma após uma overdose de Rohypnol. Ao lado do corpo, havia uma carta de suicídio. Ele também chegou a se trancar com um revólver, e disse para a polícia que só queria ficar longe da esposa. Com o uso descontrolado de drogas, Kurt se interna em uma clínica de reabilitação, mas foge, fica dias sumido e é encontrado morto com um tiro em sua casa, ao lado de outro bilhete de suicídio.

Lindsay e Samantha
A estrela de filmes infantis e adolescentes, Lindsay Lohan, começou a mostrar seu lado rebelde em 2007, quando foi flagrada portando cocaína e dirigindo embriagada. Desde então, sua vida virou um prato cheio para os paparazzi, sempre a seguindo para retratar a próxima confusão. Logo que a atriz assumiu que era bissexual e começou a namorar a DJ Samantha Ronson, em 2008, a exposição ficou ainda maior. Somando-se isso ao gênio explosivo e conhecido ciúme das duas, o resultado é um relacionamento cheio de idas e vindas.

Dado e Luana
Dado Dolabella e Luana Piovani começaram a ficar juntos em 2006, terminaram em 2007, depois do primeiro pedido de casamento, e voltaram com tudo em 2008. Os dois sempre eram flagrados trocando beijos calientes e já faziam planos para terem filhos. Em outubro do mesmo ano, surpreenderam a todos terminando pra valer. Eles brigaram feio na boate 00, no Rio, e Luana processou Dado após suposta agressão contra ela e sua camareira, Esmeralda de Souza. Em março de 2009, o ator chegou a ser preso por desrespeitar a distância mínima de 250 metros que deveria manter da atriz – ele foi convidado a ficar no mesmo camarote que ela no Carnaval. Depois de tanta turbulência, eles estão numa boa, cada um para o seu lado. Dado está casado com Viviane Sarahyba e tornou-se papai em dezembro. Já Luana está namorando Felipe Simão há cerca de um ano.

Madonna e Sean Penn
Madonna e Sean Penn se conheceram em 1985, no primeiro dia de gravações do clipe de Material Girl. Na época, ela já despontava como estrela pop, e ele era considerado um dos atores mais talentosos de sua geração. Por conta disso, o namoro e o casamento, que foi realizado em agosto do mesmo ano, foram acompanhados o tempo todo pelos fotógrafos. Os noivos mal conseguiram escutar seus votos durante a cerimônia, na praia de Malibu, de tantos helicópteros da imprensa que sobrevoavam o local. Os dois eram conhecidos como Os Penn venenosos, e, segundo os tabloides da época, brigas, pancadarias e bebedeiras eram comuns no relacionamento, que durou apenas quatro anos.

Sid e Nancy

Sid Vicious queria experimentar, viver intensamente e morrer cedo, e acabou encontrando a companhia perfeita para isso. Pouco tempo depois de entrar para o Sex Pistols, em 1977, ele conheceu Nancy Spungen, uma garota que se prostituía para comprar heroína. O músico começou a acompanhá-la no vício e se afastou dos outros garotos da banda. Além disso, as brigas escandalosas com a namorada fizeram com que ele fosse acusado de sua morte – no final de 1978, Sid a encontrou esfaqueada no apartamento onde moravam. No início do ano seguinte, ele morreu de overdose de heroína – há rumores de que foi suicídio, porque não conseguia viver sem Nancy.

Liz e Richard
Elizabeth Taylor e Richard Burton eram tão apaixonados que se casaram duas vezes: a primeira, foi de 1964 a 1974, e a segunda, depois de uma breve separação, de 1975 a 1976. Eles se conheceram durante as gravações de Cleópatra e fizeram mais de dez filmes juntos. Chegaram ao status de casal símbolo de Hollywood na época, mas não disfarçavam as angústias perto dos fotógrafos: as discussões e reconciliações do casal eram públicas. Outro fato que boa parte dos fãs ficou sabendo é que o alcoolismo de Burton só se agravou durante o relacionamento, o que aumentava as brigas com Liz. Mesmo assim, 25 anos após a morte do galã, a atriz disse que se casaria com ele de novo, de acordo com notícia publicada recentemente pelo Daily Mail. Ela confessou isso à sobrinha de Richard, Sian, e mostrou que ainda tem várias fotos dele pela casa.

Fonte: Passando a régua.

Um comentário:

Related Posts with Thumbnails